quinta-feira, 9 de abril de 2015

Sete mares e pouco açúcar


Você nem faz ideia das tempestades que venho tentando engolir! Dos setes mares que existem em cada xícara. Das pausas turbulentas entre uma onda e outra que esqueço de adoçar. Ah, meu bom leitor, já faz tempo que, sentada, balanço os pés na borda da xícara esperando a maré baixar! 

Um comentário: