quinta-feira, 4 de junho de 2009

Como é que se diz "EU TE AMO?"



“... Venha, o amor tem sempre a porta aberta.” Se hoje ele estivesse vivo diante de tanta estupidez humana, talvez a esperança nem estivesse tão dispersa assim. A perfeição tem a cada dia se tornado mais artificial. Ninguém mais conversa e nem cozinha para a solidão, como já dizia minha mãe. O estado de rebeldia se tornou de certa forma um “status”. Já se foi o tempo em que celebrar a estupidez humana estivesse mais ligado ao movimento em que participa, quanto aos barcos em que se cena... “e hoje em dia, como é que se diz EU TE AMO?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário